Alta Frequência

Alta Frequência
28 de janeiro de 2010 AlexKB

As correntes alternadas de alta frequência (superior a 100.000 ciclos por segundo) foram produzidas pela primeira vez no século XIX, sendo o médico francês D’Arsonval o primeiro a utilizá-las na Medicina, sendo até hoje empregadas na Estética.

É uma corrente de elevada tensão e baixa intensidade. O aparelho consiste em um gerador de alta frequência, um porta-eletrodos ou bobina e diversos eletrodos de vidro.

– Eletrodos de Alta Frequência

As aplicações feitas com o Alta Frequência na Estética são locais, atuando-se com apenas um eletrodo sobre a pessoa a ser tratada.
Quando a corrente do Alta Frequência atravessa os eletrodos, estes adquirem uma coloração azulada ou alaranjada dependendo do gás que contém em seu interior. Quando o gás contido no interior do eletrodo de vidro é Neônio a cor adquirida é laranja ou vermelho e quando o gás for Argônio a coloração do eletrodo se torna azul.

Para as diversas aplicações do Alta Frequência utilizam-se eletrodos formados por tubos de vidro de formas variáveis que se adaptam às diferentes regiões corporais onde serão aplicados. Na limpeza de pele são utilizados principalmente os eletrodos em forma ovalada (denominados standart ou standart pequeno), que irão atuar na descontaminação da pele após as extrações. O eletrodo em forma de “forquilha” é utilizado em regiões como pescoço e maxilar.

O eletrodo “pente” é empregado nos tratamentos capilares para ativação da circulação periférica do couro cabeludo ou para finalizar a limpeza de pele como recurso bactericida. O eletrodo fulgurador produz uma cauterização das lesões acnéicas favorecendo o processo de cicatrização da pele. O eletrodo “saturador” é utilizado na ionização indireta de substâncias ionizáveis como ampolas aquosas nutritivas à base de colágeno, elastina, uréia, extratos conjuntivos.

Efeitos fisiológicos do Alta Frequência:

1) Bactericida e Anti-séptico – Tem efeito bactericida e anti-séptico assim como pode atenuar a atividade das toxinas bacterianas. Esta ação se deve principalmente à formação de ozônio observada no eletrodo de vidro. Como este gás é muito instável, reage rapidamente com diferentes compostos provocando uma oxidação que explica suas propriedades germicidas e anti-sépticas.

2) Vasodilatador – Esta corrente tem a propriedade de ativar a circulação periférica provocando uma ação vasodilatadora e hiperemiante.

3) Térmicos – O efeito térmico demonstra-se por um pequeno aumento da temperatura e é capaz de atuar sobre o metabolismo produzindo uma ativação deste, com aumento de oxigenação celular.

Indicações:
– Tratamento de pele acnéica
– Revitalização da pele.
– Estimulação facial e capilar.
– Cauterização de pústulas.
– Bactericida e Fungicida.
– Ionização Indireta.