Aparelho de Aspiração com Bomba de Vácuo

Aparelho de Aspiração com Bomba de Vácuo
28 de janeiro de 2010 AlexKB

Aparelho que exerce uma sucção sobre a pele por meio de ventosas de forma e diâmetro diferentes.

 

Elementos que formam o aparelho

A – Interruptor E – Cruzeta
B – Compressor F – Regulador de Pressão
C – Saída Bomba G – Vacuometro
D – Entrada Bomba (aspiração) H – Conector das Ventosas

Princípio de funcionamento A bomba de vácuo aspira o ar do tubo e da ventosa. O potenciômetro regula a pressão. Quando a ventosa é colocada em contato com a pele, e o orifício é fechado, a aspiração cria um vácuo provocando uma sucção na pele.
Quando o orifício não está fechado, o ar penetra na ventosa, se suprime o vácuo e a sucção não ocorre.

Ações Mecânicas

  • mobilização dos planos profundos da pele
  • eliminação do excesso de gordura dos comedões dos folículos pilo-sebáceos Fisiológicas
  • afluxo sangüíneo Modo de Emprego

     

  • conectar o aparelho à rede elétrica
  • adaptar a ventosa adequada à terminação do tubo de plástico
  • estabelecer o contato por meio do interruptor
  • determinar a pressão da aspiração girando o potenciômetro e levando em conta que quanto maior for o diâmetro da ventosa, maior será a potência de sucção
  • para praticar uma aspiração contínua tampar com o dedo o orifício da ventosa e deslizá-la sobre os tecidos
  • para praticar uma aspiração pontual ou rítmica tapar o orifício com o dedo, manter a sucção por uns segundos, pará-la ou interrompê-la liberando o orifício, levantar ligeiramente a ventosa e ir afastando-a lentamente da superfície cutânea. Modelos das Ventosas
    Aplicações na Estética

    Depende da ação que se deseja: 1) Eliminação do excesso de sebo: depois do peeling e da vaporização; deve ser feita com a ventosa B praticando aspiração contínua.
    2) Extração dos comedões: depois do peeling: da oxigenação e dos pinçamentos de Jacquet. Utilizar a ventosa B. Praticar uma aspiração pontual. Aplicar a terminação ao comedão e fazer uma ligeira torsão da ventosa antes de retirá-la. Para evitar que se manche o tubo de plástico pode-se proteger o corpo da ventosa com um revestimento de algodão fino que filtrará os comedões.

    3) Mobilização dos planos profundos da pele: completa o efeito do modelado.

  • atenuação das cicatrizes: praticar uma aspiração pontual com as ventosas A ou C segundo a superfície cutânea
  • para fazer uma suavização na pele fibrosada: praticar uma aspiração pontual, com a ventosa C, segundo a superfície cutânea
  • dissociação das massas adiposas (queixo duplo): praticar uma aspiração pontual com a ventosa A.
    4) Afluxo sangüíneo: completa os efeitos das técnicas manuais
  • aceleração dos intercâmbios celulares: proceder a aspiração pontual, com a ventosa C;
  • atenuação das rugas: proceder por aspiração contínua ou pontual com a ventosa D. Aplicar a cavidade ou extremidade da ventosa paralelamente à ruga;
  • reafirmação dos seios: antes da aplicação de produtos cosméticos utilizar a ventosa A. Proceder por aspiração pontual evitando o mamilo;
  • melhora da circulação sanguínea do couro cabeludo: antes da aplicação dos produtos capilares utilizar a ventosa A. Proceder por aspiração pontual, a fim de mobilizar a aponeurose epicraneal.