Vapor de Ozônio

Vapor de Ozônio
28 de janeiro de 2010 AlexKB

A utilização do vapor de ozônio nos dias atuais tem sua origem nos banhos de vapor ou sauna desenvolvidos por nossos antepassados e são conhecidos nos mais variados pontos do planeta como um excelente método para a desintoxicação e limpeza do organismo. Quando pretendemos atuar somente em alguma região especial do corpo como o rosto, as costas, o peito, empregamos o vapor dirigido como um recurso auxiliar na técnica de limpeza de pele. A vaporização proporciona efeitos sobre a pele como a emoliência e a dilatação dos poros que facilitam as extrações dos comedões e pústulas durante o processo de limpeza profunda da pele.

Além disso, percebemos uma vasodilatação na pele devido ao aquecimento provocado pelo jato de vapor quente que é importante para a absorção de produtos nutritivos quando se faz tratamentos de descontaminação, principalmente, do quadro acneico, onde observamos alto índice de microorganismos. O vapor de ozônio pode ser utilizado em todos os diferentes tipos de pele com ótimos resultados devendo sempre ser aplicado após a higienização e total remoção das impurezas (maquiagem e resíduos) da pele.

Sempre devemos proteger os olhos com algodão umedecido em loção apropiada, deixar uma distância de saída do vapor até a região a ser tratada de aproximadamente 40 centimetros e observar se a pele apresenta poros dilatados ou problemas circulatórios ou se é muito sensível, casos em que a vaporização é contra-indicada.